Pesquisar este blog

Translate

domingo, 7 de abril de 2013

AutoCAD #18: Inserindo fotos



Na onda da tecnologia, já foi se o tempo, que para ter um trabalho, no meu caso lá no colégio, onde a tarefa mais infernal para a minha mãe era o tal "RECORTE COLE", onde ela fazia uma coleção de revistas com todas as figuras possíveis e imagináveis sobre os possíveis temas que professores pudesser pedir a fazer, que como brasileira típica a gente sempre lembra dessa tarefa no último minuto do segundo tempo.

Hoje em dia não fazemos mais coleções de revistas, nem mesmo de  fotos, ou coisas do tipo para colar no trabalho, no álbum, num porta retrato, essas coisas agora só para obras de arte/artesanato que adoram essa tal de colagem e para tanto dão nomes mais sofisticados para essa, que antes era brincadeira de criança, SCRAPBOOKS (artesanata com papéis), COLAGEM (composição em arte contemporânea).

Então nos nossos "RECORTE E COLE" do cotidiano traduzimo para "CTRL+C, CTRL-V", onde imagens disponíveis no HD do computador ou na internet, transportamos elas para qualquer outro lugar que for permitido.

No AutoCAD essa técnica é pouco utilizada e ele possui um mecanismo especial de inserção de imagens em seus arquivos, mais conhecido como RASTE IMAGE.

RASTER IMAGE: para inserir arquivos de imagem (fotos, jpeg, psd, bmp,....)

Como todos os comandos do autocad, existem 3 formar de acionar este comando: botão, teclado, barra de menu (INSERT).

O comando é bastante fácil de trabalhar, pois é basicamente como inserir um bloco, então é uma questão de tentar inserir uma imagem uma vez que logo já compreende o processo de inserção.
Após inserido a imagem se transforma em uma caixa que pode ser editada com os comandos de desenho: SCALE para altera o tamanho da imagem e MOVE para movimentar a imagem pelo arquivo.



 

Mas onde fica a graça dde conhecer sobre a inserção de imagem? Pois qualquer um chega lá no INSERT e acaba descobrindo sem querer como fazer isso.

Está em duas coisas que sempre acontece você querendo ou não: algum espírito do autoCAD que altera a escala e o local onde deveria estar a foto; e, a sobrecarga que uma imagem faz no autoCAD.

Então conheça alguns instrumentos de combate para defender o seu desenho de espíritos malignos.

IMAGEFRAME: zerando essa configuração sua imagem fica completamente imutável, e o contorno da imagem não existirá mais, sendo assim não é imprimível.

EXTERNAL REFERENCES: também encontrada no INSERT (da barra de menu), leh permite saber todos os arquivos vinculados com seu projeto, seja ele que extensão for, vale lembra que uma imagem inserida, precisa ter o seu arquivo em lugar conhecido, de preferência na mesma pasta onde está o arquivdo DWG, e mesmo se for preciso compartilhar (por email, para outra pasta...) a imagem e o DWG precisam ir juntos, mas caso acontece algum tipo de desvinculação é nesse quadro de referências externas que você poderá renvincular, e també caso a imagem não seja mais necessária é aqui que você a desatacha do arquivo, tornando o arquivo mais leve.

E uma terceira coisa, que pode lhe trazer mais utilidades de utilizar uma imagem no seu projeto.

 

IMAGECLIP: em alguns casos raros ou não dependendo das necessidades é inserir um pedacinho de  uma imagem, um detalhe, ou seja, um recorte, como fariamos para nossa professora do primário, e é onde entra essa ferramenta, que consegue desenhar um recorte na sua imagem permitindo uma utilização maior desse recursos de inserir imagens.


* escrita livre sem referência bibliográfica
link de outras dicas de AutoCAD


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores